Grampo de Advogados

OAB vê como grave o relato da defesa de Lula

Entidade afirmou que acompanha esse "grave episódio que indica que diálogos entre os advogados e seu cliente, além de ilegalmente interceptados, teriam dado origem a relatórios" usados no processo.

08/06/2019 00:00:00
DR

A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) classificou de "grave episódio" a informação divulgada pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre relatórios da Lava Jato feitos a partir da interceptação telefônica do escritório de advocacia representante do petista.

Na quinta-feira (6), o jornal "Folha de S.Paulo" mostrou que a principal aposta da defesa de Lula no STF (Supremo Tribunal Federal) para tentar anular a condenação dele no caso do tríplex de Guarujá (SP) se baseia no relato de que a Lava Jato produziu relatórios que detalharam ao menos 14 horas de conversas entre os advogados, em uma afronta à legislação.

A OAB disse, em nota, que acompanha esse "grave episódio que indica que diálogos entre os advogados e seu cliente, além de ilegalmente interceptados, teriam dado origem a relatórios" usados no processo.

"O sigilo das conversas entre defensor e seu cliente é protegido por lei e sua violação por qualquer meio é ilegal, além de significar um ataque ao direito de defesa e às prerrogativas dos advogados", afirmou a entidade. 

A ação de Lula no STF foi ingressada no ano passado, tem como ponto central um relato do advogado Pedro Henrique Viana Martinez.


Redação
Fonte: Folha Press



Outras Notícias Relacionadas