Dias de Angustia

DESAPARECIMENTO DE CRIANÇA COMPLETA 44 DIAS SEM NENHUMA PISTA

Avó está desesperada e aguarda ansiosa por informações da polícia

03/12/2019 09:39:54
Reprodução

   O desaparecimento do garotinho Samuel Victor da Silva Gomes Carvalho, de seis anos, completou 44 dias sem nenhuma pista de seu paradeiro. A última vez que foi visto ele estava saindo da casa da avó, com quem morava, para brincar com outras crianças na rua, o desaparecimento aconteceu na tarde do dia 20 de outubro, em Rondonópolis (212 km de Cuiabá). Ao perceberem o desaparecimento a família se mobilizou em buscas na vizinhança e pelas redes sociais. Pela manhã, a Polícia foi acionada e, apesar das várias diligências desde então, nenhuma pista nova surgiu.

   Segundo a delegada Karla Cristina Peixoto Ferraz, as investigações que apuram o desaparecimento de Samuel seguem em andamento, na DEDM (Delegacia Especializada de Defesa da Mulher). Por se tratar de um caso complexo, o trabalho exige diligências específicas que continuam sendo realizadas pela equipe da Polícia Civil. Até momento não há informações novas que possam ser passadas à imprensa para não atrapalhar o andamento das investigações.

   Avó de criança, Lucineide da Silva, 47, disse que não descansa e continua em busca de seu “filho”, como se refere ao neto que era criado por ela. Ela faz manifestação sozinha, saindo com cartazes com a foto de Samuel, e faz panfletagem em alguns pontos da cidade. Sentimento de angústia e saudades do neto ocupa a rotina da avó, que não se cansa de buscar informações. A Polícia lhe assegurou que continua investigando o desaparecimento, mas a falta de pistas ou notícias só aumenta o desespero. Ela acredita que Samuel está com alguma pessoa que o raptou. Disse que não quer vingança, apenas que lhe devolvam a criança.

   Samuel foi visto pela última vez na tarde do dia 20 de outubro. Saiu por volta das 14h da casa da avó. Pouco antes pediu que ela fizesse arroz doce para ele comer. A avó disse que faria e passou a se preocupar quando o menino não retornava para casa, para se preparar para ir até a igreja, como fazia nas noites de domingo. Pouco antes foi visto brincando com outras crianças do bairro Jardim Iguaçu, antes do forte temporal que caiu na cidade.

 


Redação
Fonte: 163 noticias



Outras Notícias Relacionadas