Secretário de ordem pública de Cuiabá fala sobre o caso da madeireira no bairro Poção